"Relatório demonstra um aquecimento da economia"

Trump reduz desemprego nos EUA e a criação de vagas salta ao menor patamar nos últimos 49 anos. Constantes aumentos dos salários têm atraídos de volta aqueles trabalhadores para empresas que haviam saído. Houve um recuou de 3,6% em abril em relação a março que havia ficado em 3,8%.

O relatório mensal do Departamento de Trabalho divulgado nesta sexta-feira apontam que foram criados 263 mil postos de vagas não rurais.

Foram registrados ganhos em serviços profissionais e de negócios, construção, informática, saúde e assistência social, foram os setores que mais contribuíram.

O relatório demonstra um aquecimento da economia, impulsionado pelo poder de comprar americanos, certamente vai ajudar o presidente Donald Trump na sua reeleição no próximo ano.

Diante do relatório, a decisão do Federal Reserve de manter a taxa de juros e segurar os ajustes da política monetária. O recuo da infração e o crescimento do emprego foram essenciais na decisão. O relatório indica que o crescimento do emprego vai continuar forte.

A reforma de Trump, sancionou uma lei que muda o sistema tributário do país em cortes de impostos no ano passado, o presidente americano acreditou que corte de impostos vai revitalizar a economia do país, que levou empresas a aumentar os salários e criar vagas nos EUA.

A economia americana cresceu a uma taxa anualizada de 3,2 por cento no primeiro trimestre, impulsionada por um aumento nas exportações, estoques e acelerando a partir do ritmo de 2,2 por cento do período entre outubro e dezembro.

“Podemos todos concordar que a América é agora # #. Nós somos a inveja do mundo — e o melhor ainda está por vir!” Trump

“Os EUA criaram 263, 000 postos de trabalho em abril, o desemprego caiu para o nível mais baixo desde 1969” Trump

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here