Foto. Reprodução

Galo enfrenta o Nacional na terça-feira, às 21h30, no Gran Parque Central

A delegação do Atlético embarcou neste domingo à noite para Montevidéu, local da partida de terça-feira, às 21h30, contra o Nacional, pela segunda rodada do Grupo E da Copa Libertadores. Como o Galo perdeu o jogo de estreia no Mineirão, para o Cerro Porteño, por 1 a 0, o time dirigido por Levir Culpi precisa reagir no duelo do estádio Gran Parque Central.

Os titulares treinaram neste domingo à tarde na Cidade do Galo. Levir deve confirmar Zé Welison como substituto de Adilson, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo.
O provável time do Atlético para jogar na terça-feira é Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Jair, Elias, Luan e Cazares; Ricardo Oliveira.
No Uruguai, o Atlético treinará nesta segunda, às 17h, no Estádio Luis Franzini, que pertence ao Defensor. O Galo atuou no local na segunda fase preliminar da Libertadores, contra o Danubio, e na terceira, diante do Defensor. A atividade será fechada à imprensa.
Nacional
Apesar de o Nacional ter vencido o Zamora na Venezuela na rodada de abertura do grupo, o time uruguaio vive uma crise neste começo de temporada. O trabalho do técnico argentino Eduardo Domínguez é bastante questionado. No Campeonato Uruguaio, o time ainda não venceu e soma apenas três pontos em quatro jogos. No sábado, o Nacional sofreu para empatar em casa com o modesto Boston River por 2 a 2.
Segundo o treinador argentino, o grande problema do Nacional está no desequilíbrio defensivo. “Não encontramos ainda o equilíbrio defensivo. Isso está claro. Devemos ter uma autocrítica profunda para melhorar naquilo que estamos trabalhando. Devemos buscar um equilíbrio e não estamos encontrando. O time faz gols, mas está difícil não tomar gols. Estamos doídos por não alcançar a vitória em casa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here