"Google Imagens"

Morreu na tarde desta segunda-feira (17) a mulher que estava no ônibus a caminho do trabalho e inalou muita fumaça de pneus queimados no asfalto pelas manifestações na greve dos professores, no último dia 14, próximo à Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, em Belo Horizonte.

Infelizmente, os manifestantes que protestavam contra a reforma da Previdência, queimaram pneus no meio da pista e a trabalhadora inalou grande quantidade de fumaça. Ela passou mal e segunda os policiais que a socorreram, foi levada as pressas para o hospital. No caminho teve duas paradas cardiorrespiratórias dentro da viatura.

Edi ficou internada inconsciente com um quadro de parada cardiorrespiratória,  no Hospital Risoleta Neves. O hospital informou à redação que a vítima ficou no CTI do hospital em estado gravíssimo e nesta tarde, não resistiu e teve morte encefálica. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.

Edi Guimarães tinha 53 anos, mães de mãe de oito filhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here