Exclusivo: Toyota Hilux GR V6 emplacou apenas 37 unidades e perdeu o posto de mais potente

0

A Toyota em 2020, teve a pior marca de vendas de sua história, pois além de perder o posto de mais potente, emplacou apenas 37 unidade até a presente data.

De certa forma podemos dizer que a pandemia ofuscou o lançamento da Toyota Hilux GR V6 em março deste ano. Nem mesmo seus novos atributos de peso, como os 234 CV, foi suficiente para alavancar as vendas.

Para piorar a situação, o posto de mais potente do mercado brasileiro durou pouco, vindo a perder o título mantido até esta quinta (29), com a chegada da nova Amarok V6 de 258 cv, ofuscou de vez a ofensiva da Toyota, que não emplacou nem metade do lote da versão V6 destinado ao Brasil, que são apenas 100 unidades.

Para bem da verdade, a Picape Toyota Hilux nunca foi no Brasil um um produto de alto padrão de qualidade, ou seja não é uma marca que emprega compostos genuínos em sua linha de produção fora de sua matriz. No entanto vende muito em razão do belo designer, que ofusca o usuário de  ver alguns detalhes técnicos que deixa ela longe de ser a melhor Picape.

Para melhor entender o que é um produto genuíno, tomamos como exemplo a Ford F150 e Silverado, no caso da RAM, já tem centenas de encomendas e nem chegou ao Brasil. São marcas que seus veículos top line, são produzidos dentro da sua própria engenharia, sobre a supervisão dos melhores engenheiros, emprega peças de alto padrão de qualidade, chegando a serem conhecidas como veículos inquebráveis.

Ao contrário da Toyota que emprega materiais até da China, país conhecido por vender produtos de baixa qualidade, além de fabrica fora da matriz, longe de ser um produto de alta qualidade. Tem sua reestilização semelhante a alguns veículos, como o Gol, Uno, que aplicava um mudança por ano, preocupando apenas com as boas vendas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui