sábado, abril 10, 2021
Início Blogueira Zoh Andrade CoronaVac é eficaz contra variante brasileira da covid-19

CoronaVac é eficaz contra variante brasileira da covid-19

Por Zoh Andrade

A vacina CoronaVac, imunizante fabricado pelo Instituto Butantan e pela farmacêutica chinesa Sinovac, tem 50% de eficácia contra a variante P.1 da covid-19, que surgiu em Manaus e que já predomina em diversos estados do país. A efetividade em prevenir o adoecimento foi confirmada 14 dias após a aplicação da primeira dose.

O estudo foi feito com 67.718 trabalhadores da área da saúde de Manaus e foi divulgado hoje (7) pelo grupo Vebra Covid-19, que reúne pesquisadores de instituições nacionais e internacionais, secretarias estaduais de Saúde do Amazonas e de São Paulo e as secretarias municipais de Saúde de Manaus e São Paulo, apoiado pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

A pesquisa ainda não avaliou a efetividade após a aplicação da segunda dose, o que vai ser coletado agora, nas próximas semanas. “Na análise interina, a efetividade da CoronaVac foi de 50% na prevenção da doença sintomática pela covid-19”, diz o relatório do estudo preliminar.

“Esses resultados são encorajadores porque a CoronaVac continua sendo efetiva na redução do risco de doença sintomática em um cenário com > (maior que) 50% de prevalência da P.1”, diz o estudo. “Esses achados apoiam o uso contínuo dessa vacina no Brasil e em outros países com a circulação da mesma variante”, disseram os pesquisadores.

Para o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, as pesquisas de campo estão comprovando a eficiência da vacina, assim como foi determinada a eficácia pelos estudos clínicos. “Se após a primeira dose a eficácia é 50%, espera-se que após a segunda dose esse percentual suba substancialmente”, disse Covas, citando outro estudo, feito no Chile, onde a CoronaVac também está sendo aplicada na população, que aponta uma diminuição na internação e nos óbitos de pessoas com mais de 70 anos.

A CoronaVac é uma vacina composta de vírus inativado, o que significa que ela possui todas as partes do vírus. Isso pode gerar uma resposta imune mais abrangente em relação ao que ocorre com outras vacinas que utilizam somente uma parte da proteína Spike (proteína utilizada pelo coronavírus para infectar as células). A vacina é aplicada em duas doses, com intervalo entre 14 e 28 dias.

Fonte:Agência Brasil

RELATED ARTICLES

Governo federal cancelou compra de medicamentos para intubação

Conselho Nacional de Saúde (CNS) questionou pasta de Pazuello em agosto sobre os motivos para a desistência da aquisição do chamado kit intubação. A cada...

Morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, aos 99 anos

Por Zoh Andrade Morreu, nesta sexta-feira (9/4), aos 99 anos, o príncipe Philip. A informação foi confirmada pelo o Palácio de Windsor. O  Duque...

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro

Por Zoh Andrade Trabalhadores informais nascidos em fevereiro começam a receber hoje (9) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth II, morre aos 99 anos

‘Ele morreu em paz no Castelo de Windsor’, disse o comunicado do Palácio de Buckingham. A data do sepultamento ainda não foi confirmada. Morreu nesta...

Auxílio Emergencial: transferência via PIX não está liberada; dinheiro pode ser usado em pagamento

Após liberação do saldo na poupança digital, usuário precisa esperar cerca de um mês para realizar operações de saque e transferência, seguindo o calendário...

Como ganhar na lotofácil com dezenas fixas em apenas 6 jogos

Como apostar na lotofácil usando 13 dezenas fixas em apenas 6 jogos, com grandes chances de alcançar boas premiações nessa modalidade de loteria da...

Fechamentos com dezenas fixas na Lotofácil

Hoje trago um fechamento de jogos da lotofácil com dezenas fixas e uma breve explicação sobre este que é o método mais fácil de...

Recent Comments

Sirlene Stefane on FIlÉ DE PIAU A MILANESA