Autoridades de Odesa acusaram a Rússia de atacar áreas residenciais.

Com o passar do tempo às tropas ucranianas que defendem a cidade possa estarem sob forte pressão após ataques aéreos atingiram Odesa e Kiev.

0
281
Imagens, redes socais

O conselho da cidade de Odesa disse na segunda-feira (21/03) que as forças russas atacaram um conjunto de apartamentos nos arredores da cidade.

“Várias casas e um dos shopping centers foram atingidos”, disse o prefeito de Kiev Vitali Klitschko.

Em Kiev, ataques aéreos bombardearam um grande shopping e mataram pelo menos oito pessoas. Os serviços de resgate ainda estão apagando um grande incêndio no shopping, as chamas atingiram o terceiro e quarto andares do prédio e quatro carros que estavam estacionados.

A procuradoria-geral da Ucrânia informou que um projétil russo atingiu uma fábrica de produtos químicos nos arredores da cidade de Sumy, no leste, por volta das 3h da segunda-feira, causando um vazamento em um tanque de 50 toneladas de amônia.

Especialistas militares voltaram a alertar que as forças de Moscou continuam praticando ataques maciços nas estruturas da Ucrânia, destruindo centros populacionais com ataques aéreos e bombardeios de artilharia.

Os ataques ocorreram na Ucrânia após Moscou ter dado um ultimato para que as forças ucranianas na cidade sitiada de Mariupol, até segunda-feira às 5h, horário local, para se renderem, às quais foi negada que seria uma vitória precoce do invasor.

“Não pode haver nenhuma rendição, deposição de armas no porto do Mar Negro atingido”, disse Piotr Andryushchenko, conselheiro do prefeito de Mariupol, em um post no Facebook e afirmou “que não precisava esperar até o prazo das 5h para rejeitar a oferta”.

Os defensores da cidade portuária “desempenharam um grande papel na destruição dos planos do inimigo e no aprimoramento de nossa defesa”, disse o ministro da Defesa da Ucrânia, Oleksiy Reznikov.

“Hoje Mariupol está salvando Kiev, Dnipro e Odessa. Todos devem entender isso.”

De imediato, a Ucrânia rejeitou o ultimato de Moscou para entregar a cidade devastada de Mariupol

Segundo o APNews, o Ministério da Defesa russo disse que as autoridades em Mariupol podem enfrentar um tribunal militar se ficarem do lado do que descreveu como “bandidos”.

Com o passar do tempo às tropas ucranianas que defendem a cidade possa estarem sob forte pressão após ataques aéreos atingiram Odesa e Kiev.

Esses militares ucranianos estão enfrentando com forte resistência às forças russas que têm tentado penetrar profundamente em Mariupol, engajando-se em combates de rua a rua enquanto ataques aéreos bombardeiam indiscriminadamente a cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui