11 C
New York
domingo, setembro 19, 2021
InícioBrasilia DFBolsonaro nomeia Cida Borghetti, mulher de líder do Governo na Câmara, para...

Bolsonaro nomeia Cida Borghetti, mulher de líder do Governo na Câmara, para Itaipu

Cida Borghetti torna-se a 4ª ex-chefe do executivo estadual do Paraná a ocupar uma das 6 cadeiras destinadas a brasileiros no Conselho de Itaipu. 

 

Cida Borghetti é casada com Barros e receberá salário mensal de R$ 27 mil, mandato vai durar até maio de 2024

O presidente Jair Bolsonaro nomeou, nesta quinta-feira (6), a esposa do líder do Governo na Câmara dos Deputados, Deputado Ricardo Barros (PP-PR), a  ex-governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti, para o cargo de conselheira de Itaipu.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União e cumprirá mandato até 2024 com um salário de cerca de R $27 mil.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, de acordo com o disposto na Nota Diplomática nº 439, de 20 de dezembro de 1993, do Governo brasileiro ao Governo paraguaio, e o estabelecido no art. 8º, alínea “a”, e art. 11 do Estatuto da Itaipu Binacional, anexo “A” do Tratado entre a República Federativa do Brasil e a República do Paraguai para o aproveitamento hidrelétrico dos recursos hídricos do Rio Paraná, pertencentes em condomínio aos dois países, desde e inclusive o Salto Grande de Sete Quedas ou Salto de Guaíra até a foz do Rio Iguaçu (Tratado de Itaipu), celebrado em 26 de abril de 1973, promulgado pelo Decreto nº 72.707, de 28 de agosto de 1973, resolve:

EXONERAR

CARLOS EDUARDO XAVIER MARUN da função de Conselheiro da Itaipu Binacional.

Brasília, 5 de maio de 2021; 200º da Independência e 133º da República.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, de acordo com o disposto na Nota Diplomática nº 439, de 20 de dezembro de 1993, do Governo brasileiro ao Governo paraguaio, e o estabelecido no art. 8º, alínea “a”, e art. 11 do Estatuto da Itaipu Binacional, anexo “A” do Tratado entre a República Federativa do Brasil e a República do Paraguai para o aproveitamento hidrelétrico dos recursos hídricos do Rio Paraná, pertencentes em condomínio aos dois países, desde e inclusive o Salto Grande de Sete Quedas ou Salto de Guaíra até a foz do Rio Iguaçu (Tratado de Itaipu), celebrado em 26 de abril de 1973, promulgado pelo Decreto nº 72.707, de 28 de agosto de 1973, resolve:

NOMEAR

MARIA APARECIDA BORGHETTI, para exercer a função de Conselheira da Itaipu Binacional, com mandato até 16 de maio de 2024.

Brasília, 5 de maio de 2021; 200º da Independência e 133º da República.

Borghetti foi vice-governadora de Beto Richa (PSDB)  entre 2015 e 2018, e assumiu o cargo quando o titular renunciou para concorrer a uma vaga no Senado.

Cida Borghetti torna-se a 4ª ex-chefe do executivo estadual do Paraná a ocupar uma das 6 cadeiras destinadas a brasileiros no Conselho de Itaipu. 

 

Também foi publicada no mesmo decreto a exoneração do ex-ministro Carlos Marum, do conselho de Itaipu. Nomeado pelo ex-presidente Michael Temer, afastado pela justiça em 2019 e reconduzido ao cargo pelo próprio presidente Jair Bolsonaro em 2020.

O Conselho de Administração de Itaipu é composto por 12 integrantes, sendo 6 brasileiros e 6 paraguaios, além de outros 2 representantes dos Ministérios das Relações Exteriores de cada país. O órgão reúne-se a cada 2 meses ou em convocação extraordinária.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit