11 C
New York
domingo, julho 25, 2021
InícioBrasilButantan inicia estudo sobre eficácia da CoronaVac contra variante delta, afirma Dimas...

Butantan inicia estudo sobre eficácia da CoronaVac contra variante delta, afirma Dimas Covas

Dentre as ações que estão sendo planejadas em relação à vigilância epidemiológica da variante delta está o aumento do número de amostras sequenciadas e uma enquete soroepidemiológica para entender a penetração da variante na região

O Butantan já iniciou os estudos para analisar se a CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, é efetiva contra a variante delta (B.1.617.2, indiana) do SARS-CoV-2. O anúncio foi feito nesta quarta (21) pelo presidente do instituto, Dimas Covas, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. De acordo com o professor, o Butantan já está trabalhando no isolamento da variante delta.

“Nesse momento existem estudos em andamento com relação ao desempenho das vacinas, especificamente em função da variante delta”, afirmou Dimas. “Essa é uma medida necessária, e todas as vacinas têm que ser testadas dessa maneira. O Butantan se prepara para muito em breve também fazer um estudo semelhante a esse.”

Até o momento, há nove casos autóctones da variante delta no estado de São Paulo. De acordo com o último boletim epidemiológico da Rede de Alerta das Variantes do SARS-CoV-2, iniciativa liderada pelo Butantan e que realiza o sequenciamento genômico de uma porcentagem das amostras dos resultados diagnósticos positivos para Covid-19, a variante gama (P.1) ainda predomina no estado de São Paulo, concentrando 90,74% dos casos, enquanto a variante delta tem incidência de 0,03%.

“A presença da transmissão comunitária da variante delta preocupa no estado de São Paulo e preocupa no Brasil, porque tudo indica que ela terá uma importância epidemiológica”, explicou Dimas, lembrando que em países como a Grã-Bretanha a cepa fez o número de casos e de internações por Covid-19 voltar a crescer. “Nós temos que ter todo o cuidado”, completou ele.

Dentre as ações que estão sendo planejadas em relação à vigilância epidemiológica da variante delta está o aumento do número de amostras sequenciadas e uma enquete soroepidemiológica para entender a penetração da variante na região. “São medidas que visam exatamente dar o atual panorama e ajudar a tomar as medidas compatíveis para fazer a contenção, se isso for necessário”, ressaltou Dimas.

Entrega de novas doses da CoronaVac

Ainda nesta quarta (21), um novo lote contendo 1,5 milhão de doses da CoronaVac foi encaminhado pelo Butantan ao Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde. Com esse envio, já são 57,649 milhões de doses da vacina entregues ao governo federal para a campanha nacional de imunização contra a Covid-19. Além de Dimas Covas, acompanharam a saída do carregamento o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, o secretário estadual de saúde, Jean Gorinchteyn, e a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane Cardoso de Paula.

Na ocasião, o presidente do Butantan falou aos jornalistas presentes sobre os ensaios clínicos da ButanVac, nova candidata a vacina do instituto, que foram iniciados no começo de julho em Ribeirão Preto. Dimas Covas explicou que comparar o desempenho de uma vacina em relação às já existentes, principalmente em uma situação de pandemia, é estratégico.

“Partindo do basal de resposta imune de pessoas que já foram infectadas e vacinadas, ou que ainda não foram nem vacinadas e nem tiveram contato com o vírus, você aplica a ButanVac e estuda o que acontece com a resposta imunológica, tanto a produção de anticorpos quanto a resposta celular imune. Com isso, você calcula precisamente o incremento que essa vacina proporciona”, descreveu Dimas.

Covid no Brasil

Covid-19 Data: 21/07/2021, 18h

O país registrou 545.604 vítimas e 54.517 novos casos e 19.473.954 de infectados pela Covid-19. 1.424 óbitos no período de 24 horas e 18.124.621 recuperados.

Média Móvel de Casos (37.746) está em queda de -12,13% em relação a 7 dias atrás (42.956) e -24,91% em relação a 14 dias atrás (50.271)

Média Móvel de Óbitos (1.173) está em queda de -7,27% em relação a 7 dias atrás (1.265) e -21,59% em relação à 14 dias atrás(1.496)

O Ministério da Saúde informou que o Brasil recebeu mais 1 milhão de vacinas Covid-19, por meio do consórcio da Covax Facility, da Farmacêutica AstraZeneca/Oxford nesta quarta-feira (21/7).

Foram entregue ao país mais de 6 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford e 842,4 mil da Pfizer/BioNTech via aliança liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros parceiros.

O consórcio Covax Facility deve entregar ao Brasil 42,5 milhões de doses de vacinas Covid-19 de diferentes laboratórios até o fim de 2021.

Até quinta-feira (22/7), serão enviadas aos estados e DF mais de 8,7 milhões de doses de vacinas Covid-19 para a da campanha de vacinação.

A população-alvo no Brasil é de 160 milhões de brasileiros com mais de 18 anos.

Mais de 56,5% (90,4 milhões de pessoas) de brasileiros que já recebeu a primeira dose da vacina no braço e 34,5 milhões de brasileiros com o ciclo vacinal completo, ou seja, que receberam a segunda dose dos imunizantes ou dose única.

Ministro da Saúde Marcelo Queiroga

“Ótima notícia: em agosto devemos receber + de 63 MILHÕES de doses de vacinas contra Covid-19 dos laboratórios contratados. A previsão é que sejam entregues: 10 milhões de doses AstraZeneca/Fiocruz, 20 milhões de doses da Coronavac/Butantan, 33,3 milhões de doses da Pfizer”.

“Estamos avançando em ritmo acelerado. Vamos vacinar com a 1ª dose todos os brasileiros maiores de 18 anos até setembro”.

Minas Gerais – Governador Romeu Zema

“Mais vacinas para os mineiros! Vamos receber mais 841 mil doses para avançar a maior operação de vacinação da história de Minas. Hoje chegam 171 mil doses da CoronaVac e amanhã, 550 mil doses da AstraZeneca e 120 mil doses da Pfizer”.

“Se você já vacinou, lembre-se da segunda dose. Se ainda não, fique atento ao calendário”!

Pandemia em Montes Claros – Prefeito Humberto Souto

Quarta (21/7) 18h

Um óbito: homem de 34 anos, 113 novos casos confirmados.

https://gmundonews.com.br/1-milhao-de-vacinas-covid-19-por-meio-do-consorcio-da-covax-facility-da-farmaceutica-astrazeneca-oxford-nesta-quarta-feira-21-7/

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit
admin on Turpis Nisl Sit