terça-feira, maio 24, 2022
InícioCOVID-19Casos de Covid volta a crescer no Brasil

Casos de Covid volta a crescer no Brasil

A variante Omicron se espalha mais facilmente do que o vírus original que causa #COVID19 . Ajude a impedir a Omicron usando todas as ferramentas para proteger você e outras pessoas.

Conforme dados analisados pelo Portal GmundoNews e confirmado pela Agência CNN, contaminação por Covid-19 no Brasil voltaram a crescer.

O Brasil vê avanço da Variante Ômicron nos principais estados e cresce a esperança do fim da pandemia em 2022

Governo transportou 200 toneladas de insumos para cidades da Bahia

Acompanhe o número de casos da Covid no Brasil pela Ferramenta do Google Covid Map

Nos Estados Unidos,

O CDC (Centro de Controle de Prevenção de Doenças dos Estados Unidos), voltou a informar que a Ômicron continua a crescer mais rápido do que a Delta, com um risco aumentado de transmissão, especialmente em contatos fora do domicílio.

 

Embora as primeiras sugestões sejam de que os indivíduos podem ter menos probabilidade de necessitar de hospitalização, é provável que muito mais pessoas sejam infectadas.

 

Mesmo que uma proporção menor desses indivíduos necessite de hospitalização, ainda é um grande número de pessoas necessitando de cuidados hospitalares e as pressões sobre o SUS irão aumentar.

Portanto, é vital que as pessoas continuem a ter cautela para limitar a transmissão do vírus.

A variante Omicron se espalha mais facilmente do que o vírus original que causa #COVID19 . Ajude a impedir a Omicron usando todas as ferramentas para proteger você e outras pessoas.

O que você precisa saber

  • As vacinas COVID-19 são  seguras e eficazes.
  • Milhões de pessoas nos Estados Unidos receberam vacinas COVID-19 sob o monitoramento de segurança mais intenso da história dos Estados Unidos.
  • O CDC recomenda que você receba uma vacina COVID-19 omais rápido possível.
  • O CDC recomenda que as pessoas que estão iniciando sua série de vacinas ou recebendo uma dose de reforço recebam Pfizer-BioNTech ou Moderna (vacinas de mRNA COVID-19). As vacinas de mRNA são preferíveis à vacina Janssen COVID-19 da Johnson & Johnson na maioria das circunstâncias.

 

Na Europa, o Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização ( JCVI ) aconselhou vários programas de vacinação COVID-19 no Reino Unido.

Após extensa avaliação dos riscos e benefícios da vacinação para crianças de 5 a 11 anos, incluindo análise de resultados de ensaios clínicos e dados internacionais do mundo real, o Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização ( JCVI ) atualizou suas recomendações para esse grupo de idade.

Crianças de 5 a 11 anos de idade, que fazem parte de um grupo de risco clínico ou mora com pessoas imunossuprimidas, devem receber um esquema de vacinação primária.

A vacinação primária para essas crianças deve ser com 2 doses de 10 microgramas da vacina Pfizer-BioNTech COVID-19 (um terço da dose de adulto), com um intervalo de 8 semanas entre a primeira e a segunda doses.

Avisos adicionais sobre a vacinação com COVID-19 para outras crianças de 5 a 11 anos serão emitidos no devido tempo, após consideração de dados adicionais relevantes para esta faixa etária e sobre a variante Ômicron de forma mais ampla.

Separadamente, em resposta à ameaça da variante Omicron, o JCVI aconselhou que as vacinações de reforço devem ser oferecidas a pessoas com idades entre:

  • 16 a 17 anos
  • 12 a 15 que estão em um grupo de risco clínico ou que são um contato domiciliar de alguém (de qualquer idade) que é imunossuprimido
  • 12 a 15 anos que estão gravemente imunocomprometidos e que receberam uma terceira dose primária

A vacinação de reforço para essas faixas etárias deve ser com 30 microgramas da vacina PfizerBioNTech COVID-19, administrada não antes de 3 meses após a conclusão do curso primário.

 

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit