sexta-feira, maio 20, 2022
InícioMundoCombates continuam, mas, representantes russos e ucranianos tenta um acordo para acabar...

Combates continuam, mas, representantes russos e ucranianos tenta um acordo para acabar com os ataques

19º dia da guerra – Em meio à reunião entre representantes da Rússia Ucrânia para colocar fim na guerra, os combates continuam. Em Kiev, projéteis atingiram um arranha-céu e a fábrica Antonov, um foguete foi derrubado sobre a capital.

Segunda-feira (14/03), décimo nono dia Guerra em território ucraniano desde o dia que as forças russas invadiram o território da Ucrânia.

Hoje, está sendo realizada mais uma negociação entre Kiev e Moscou, por videoconferência, para colocar um fim deste confronto.

Para Mikhail Podolyak, conselheiro do chefe do Gabinete do Presidente, a Ucrânia e a Federação Russa devem resumir os resultados preliminares dos desenvolvimentos anteriores sobre os termos de um cessar-fogo e a retirada das tropas russas da Ucrânia.

“Nossas posições permanecem inalteradas: um cessar-fogo imediato, a retirada de todas as tropas russas e só depois disso podemos falar sobre alguns tipo de relações de vizinhança e um acordo político”, disse o assessor do chefe do OP Mikhail Podolyak.

A Rússia cometeu todos os tipos de crimes na invasão, destruindo hospitais, escolas, atirou na população civil, mataram crianças e continuam as atrocidades e crimes de guerra no território da Ucrânia.

Tanto ucranianos como russos desejam o fim dos confrontos, que segundo O Fundo Monetário Internacional (FMI), custa à Rússia cerca de 20 bilhões de dólares por dia.

No domingo,  (13/03), foi morto o jornalista americano Brent Renaud, além de 35 pessoas mortas e 137 foram hospitalizadas após um ataque ao local de testes militar de Yavoriv.

O Jornalista americano foi morto a tiro na Ucrânia, na cidade de Irpin, sendo o primeiro relatado o jornalista estrangeiro que perdeu a vida, cobrindo a guerra na Ucrânia.

O chefe de polícia de Kiev, Andriy Nebytov, disse que foi alvo de soldados russos. Dois outros jornalistas ficaram feridos e foram levados ao hospital.

Segundo a BBC, o conselheiro de segurança nacional dos EUA, Jake Sullivan, diz que os EUA imporão “consequências apropriadas” à Rússia. A notícia da morte foi “chocante e horripilante”, disse ele, e as autoridades americanas consultariam autoridades ucranianas para determinar “como isso aconteceu”.

Outro jornalista americano, Juan Arredondo, foi levado ao hospital após o incidente. Ele disse a um repórter italiano que estava com Renaud quando foram atacados.

“Estávamos em uma das primeiras pontes de Irpin, indo filmar outros refugiados saindo, e entramos em um carro, alguém se ofereceu para nos levar para a outra ponte e passamos por um posto de controle, e eles começaram a atirar em nós”.

“Então o motorista se virou e eles continuaram atirando; somos dois. Meu amigo é Brent Renaud, e ele foi baleado e deixado para trás.”

Um porta-voz do Departamento de Estado também confirmou a morte de Renaud.

“Oferecemos nossas mais sinceras condolências à sua família pela perda e oferecemos toda a assistência consular possível”, disse o porta-voz do Departamento de Estado.

O editor-chefe e CEO da revista Time, Edward Felsenthal, disse que Renaud vinha trabalhando nas últimas semanas em um projeto da Time Studios focado na crise global de refugiados.

“Estamos devastados com a perda de Brent Renaud. Como cineasta e jornalista premiado, Brent abordou as histórias mais difíceis do mundo, muitas vezes ao lado de seu irmão Craig Renaud”, disse Felsenthal em comunicado conjunto com Ian Orefice, presidente e COO da Tempo e estúdios do tempo.

Armas russas trouxeram novas mortes a Nikolaev, Mariupol, Kharkov, perto de Kiev,um projétil atingiu um arranha-céu no distrito de Obolonsky, em Kiev.

Pela manhã, as tropas russas lançaram vários ataques a Kiev : dispararam contra um edifício residencial em Obolon ( um morto) e a fábrica Antonov. Além disso, o sistema de defesa aérea ucraniano derrubou o míssil de um invasor sobre Kiev, seus restos caíram em Kurenevka ( mais um morto, seis feridos).

Os Embaixadores da Grã-Bretanha, EUA, Canadá, UE e Japão exigem a libertação dos prefeitos de Melitopol e Dniprorudny da Rússia

Invasores russos continuam a bombardear e bombardear cidades ucranianas : ataques maciços foram infligidos a Akhtyrka na região de Sumy, Nizhyn e Chernihiv, Nikolaev, várias cidades na região de Luhansk, uma torre de TV foi danificada perto de Rivne

Em Mariupol, as Forças Armadas da Ucrânia conseguiram em uma das batalhas locais afastar os russos da cidade e destruir vários equipamentos. Sob Izyum , eles conseguiram fazer uma pequena contra-ofensiva e empurrar os russos para trás.

 

 

 

 

 

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit