11 C
New York
sábado, junho 19, 2021
HomeCoronavírusCoronavírus Brasil: 454.429 óbitos

Coronavírus Brasil: 454.429 óbitos

Ministério da Saúde: Mais 629,4 mil doses da vacina Covid-19 da Pfizer/BioNTech chegou no Brasil! O avião pousou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Com esse novo lote, o Brasil já recebeu mais de 3,4 milhões de doses da farmacêutica! E vem mais por aí em junho.

 

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) apontou nesta terça-feira, 2.398 óbitos nas últimas 24h e 80.486 novos da doença.

O país registrou 80.486 novos casos, 2.398 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas e chegamos a 454.429 óbitos. 16.274.965 pessoas já foram diagnosticadas com Covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, mais de 14 milhões de pessoas já se recuperaram da doença no país.

#PainelConass Covid-19 Data: 26/05/2021, 18h Casos • 80.486 no último período • 16.274.695 acumulados Óbitos • 2.398 no último período • 454.429 acumulados

Ministério da Saúde: Mais 629,4 mil doses da vacina Covid-19 da Pfizer/BioNTech chegou no Brasil! O avião pousou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Com esse novo lote, o Brasil já recebeu mais de 3,4 milhões de doses da farmacêutica! E vem mais por aí em junho.

As doses serão transportadas para Guarulhos (SP), onde ficam armazenadas no Centro de Distribuição da pasta até serem distribuídas para todo o País.

Com esse novo lote, o Brasil já recebeu mais de 3,4 milhões de doses da farmacêutica. Em junho, a previsão é de que mais 12 milhões de doses do imunizante cheguem ao País de forma escalonada.

Os dois contratos fechados entre Governo Federal e a Pfizer preveem um total de 200 milhões de doses até o fim de 2021. Os imunizantes vão reforçar ainda mais a campanha nacional de vacinação contra a Covid-19.

No próximo mês, a previsão é de que mais 12 milhões de doses da Pfizer sejam entregues ao Ministério da Saúde, para ampliar a campanha nacional de vacinação.

Anvisa: O Ministério da Saúde protocolou, em 24/5, nova solicitação para importar 20 milhões de doses da vacina Covaxin/BBV152, fabricada na Índia. Naquele país o imunizante tem autorização para uso emergencial. O pedido está em análise pela Anvisa.

Minas Gerais

A remessa da AstraZeneca dará andamento à imunização dos grupos prioritários, como pessoas com comorbidades e profissionais das Forças de Segurança. As doses também serão utilizadas para começar a vacinação dos trabalhadores de transporte aéreo e portuário.

Já as 60.840 doses da Pfizer darão sequência à vacinação de grávidas, mulheres que acabaram de dar à luz, público com comorbidades e também com deficiência permanente.

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, assinará nesta quinta-feira, o termo de patrocínio para viabilizar estudos da vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela UFMG. O imunizante está na fase 2 de estudos, mas teve a pesquisa paralisada devido à falta de recursos.

 

 

 

 

 

 

 

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit
admin on Turpis Nisl Sit