11 C
New York
sábado, junho 19, 2021
HomeConcursoEDITAL do TRF é autorizado para nível médio e superior! Salários de...

EDITAL do TRF é autorizado para nível médio e superior! Salários de até R$15mil!

A expectativa é que o concurso TRF 3ª Região SP e MS 2019 seja divulgado para os cargos de Analista e Técnico Judiciário, com requisito de ensino superior e médio, respectivamente.

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região, que compreende os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, autorizou a abertura de novo edital de concurso público (Edital Concurso TRF 3ª Região 2019). No dia 18 de julho, o órgão autorizou a abertura de novo edital para o quadro de servidores efetivos do órgão. A decisão foi tomada em sessão plenária administrativa.

De acordo com a Assessoria de Comunicação do órgão, o concurso deverá ser realizado para os cargos de técnico judiciário (nível médio), técnico judiciário da área de informática e analista. As vagas serão oferecidas para:

Técnico judiciário (Área Administrativa) – TRF3, seções de judiciárias de São Paulo e do Mato Grosso do Sul;

Técnico Judiciário (Apoio Especializado – Informática) – TRF3;

Analista Judiciário (Área Judiciária) – TRF3 e seção de São Paulo; e

Analista judiciário (apoio especializado – área Informática) – TRF3.

O órgão revelou que vai oferecer uma vaga imediata para cada cargo, visto que as autorizações para provimentos têm sido reduzidas. No entanto, mais vagas poderão ser preenchidas no decorrer da validade, durante a validade do certame.

O déficit do TRF-3 aumentou, sem que haja nenhum concurso válido e, portanto, sem que possa ser suprido. A última seleção teve a teve validade expirada em 26 de junho, sem que o tribunal possa convocar aprovados para repor as necessidades. O Tribunal possui, atualmente, 504 cargos vagos, sendo 160 cargos vagos no TRF3; 325 na seção judiciária do Estado de São Paulo; e 19 na seção judiciária de Mato Grosso do Sul.

“O Sintrajud tem manifestado preocupação, não só com a redução do quadro de pessoal, como também com a falta de critérios para a distribuição de funções comissionadas no modelo de gestão que está sendo formatado, e com a ausência de uma política de saúde preventiva contra os efeitos da intensificação do ritmo de trabalho”, frisou o Sindicato.

O Concurso TRF 3ª Região 2019

A expectativa é que o concurso TRF 3ª Região SP e MS 2019 seja divulgado para os cargos de Analista e Técnico Judiciário, com requisito de ensino superior e médio, respectivamente.

Para Analista, as oportunidades poderão ser distribuídas entre as especialidades Judiciária, Oficial de Justiça Avaliador Federal, Arquivologia, Biblioteconomia, Contadoria, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Informática, Informática (Banco de Dados), Informática(Infraestrutura), Medicina – Cardiologia, Medicina – Psiquiatria, Psicologia do Trabalho, Serviço Social.

Já para Técnico, as chances poderão ser divulgadas para as áreas Administrativa, Segurança e Transporte, Telecomunicações e Eletricidade, Contabilidade, Enfermagem, Informática e Segurança do Trabalho.

Os salários, conforme o último concurso, chegam a até R$ 8.863,84 para Analista e R$ 5.425,79 para Técnico. No entanto, estes valores serão reajustados. No caso de Analista, por exemplo, as remunerações poderão variar entre R$11.000,00 e R$15.000,00, enquanto os ganhos dos Técnicos podem varia entre R$6.000,00 e R$7.000,00.

Sobre os cargos do Concurso TRF 3ª Região 2019

Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: Curso superior completo de Direito, devidamente reconhecido.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de fornecer suporte técnico e administrativo, favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e/ou órgãos julgadores. Compreende o processamento de feitos, a elaboração de pareceres, certidões e relatórios estatísticos e a análise e pesquisa de legislação, doutrina e jurisprudência. Envolve a indexação de documentos e o atendimento às partes, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Judiciária – Oficial de Justiça Avaliador Federal

Requisitos: Curso superior completo de Direito, devidamente reconhecido.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de possibilitar o cumprimento de ordens judiciais. Compreende a realização de diligências externas relacionadas com a prática de atos de comunicação processual e de execução, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Arquivologia

Requisitos: Curso superior completo de Arquivologia, devidamente reconhecido ou habilitação legal equivalente, devidamente registrada na Delegacia Regional do Trabalho.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de promover a adequada preservação de documentos e gestão de arquivos. Compreende o planejamento, a organização, a coordenação e o controle dos procedimentos e operações técnicas para produção, tramitação, utilização, avaliação e arquivamento de documentos. Envolve a emissão de pareceres, relatórios, laudos, a realização de estudos, o atendimento a usuários e a divulgação do acervo, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Biblioteconomia

Requisitos: Curso superior completo de Biblioteconomia, devidamente reconhecido e registro profissional no Conselho correspondente.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de garantir o adequado armazenamento e a recuperação de informações. Compreende a documentação, catalogação, classificação e indexação de documentos e a consulta para atendimento a usuários. Envolve a elaboração de estudos e projetos para geração e manutenção de bases de dados, conservação e desenvolvimento do acervo e modernização dos serviços, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Contadoria

Requisitos: Curso superior completo de Ciências Contábeis, devidamente reconhecido e registro profissional no Conselho correspondente.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de garantir o adequado acompanhamento da situação patrimonial e financeira da organização, favorecer a elaboração orçamentária, bem como possibilitar a liquidação de julgados e atualização de valores de títulos, guias e depósitos judiciais. Compreende a elaboração de cálculos, a verificação de contas e a emissão de relatórios e pareceres, bem como outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Engenharia Civil

Requisitos: Curso superior completo de Engenharia Civil, devidamente reconhecido e registro profissional no Conselho correspondente.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de garantir os padrões de qualidade técnica e segurança das obras e reparos de edificações, bem como a adequada manutenção de instalações. Compreende o planejamento e elaboração de projetos e especificações, o assessoramento para contratação dos serviços necessários e o acompanhamento/fiscalização da execução, bem como outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Engenharia Mecânica

Requisitos: Curso superior completo de Engenharia Mecânica, devidamente reconhecido, registro profissional no Conselho correspondente e 2 anos de experiência profissional em Engenharia Mecânica.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de garantir os padrões de qualidade técnica e segurança dos equipamentos mecânicos, bem como a sua adequada manutenção e reparo. Compreende o planejamento e elaboração de projetos e especificações, o estudo de viabilidade técnico-econômica, a elaboração de laudos e pareceres, o assessoramento para contratação dos serviços necessários e o acompanhamento/fiscalização da execução, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Informática

Requisitos: Curso superior completo, devidamente reconhecido, acompanhado de curso de especialização com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas na área de Análise de Sistemas, ou qualquer curso superior de Informática devidamente reconhecido.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de garantir o adequado processamento automático de informações. Compreende o planejamento, o desenvolvimento, a documentação, a implantação e a manutenção dos sistemas informatizados de processamento de informações. Envolve a definição de estratégias e de novas metodologias a serem utilizadas para processamento, arquivamento e recuperação automática de informações, bem como a emissão de pareceres técnicos, o atendimento aos usuários dos sistemas e outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Informática – Banco de Dados

Requisitos: Curso superior completo, devidamente reconhecido, acompanhado de curso de especialização com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas na área de Análise de Sistemas, ou qualquer curso superior de Informática devidamente reconhecido.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de garantir o adequado processamento automático de informações. Compreende o planejamento, a implementação, a configuração, a monitoração, a manutenção e a administração de sistemas gerenciadores de bancos de dados e das bases de dados.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Informática – Infraestrutura

Requisitos: Curso superior completo, devidamente reconhecido, acompanhado de curso de especialização com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas na área de Análise de Sistemas, ou qualquer curso superior de Informática devidamente reconhecido.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de garantir o adequado.funcionamento da infraestrutura de tecnologia da informação. Compreende o planejamento, a implementação, a configuração, a monitoração, a manutenção e a administração da rede de computadores e servidores.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Medicina – Cardiologia

Requisitos: Curso superior completo de Medicina, devidamente reconhecido, com especialização na área de Cardiologia e 2 anos de experiência profissional em Medicina (Cardiologia).

Atribuições: Realizar atividades profissionais da área de medicina, a fim de promover e preservar a saúde de magistrados, servidores, inativos e pensionistas e a de seus dependentes. Compreende atividades como: diagnósticos, prescrição de medicamentos, atendimentos clínicos preventivos ou profiláticos, exames pré-admissionais de candidatos para cargos públicos, elaboração de laudos e pareceres técnicos, execução de perícias em juntas médicas para fins de concessão de licenças e aposentadorias, instrução de processos de acompanhamento funcional e/ou biopsicossocial e demais situações previstas em lei.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Medicina – Ortopedia

Requisitos: Curso superior completo de Medicina, devidamente reconhecido, com especialização na área de Ortopedia e 2 anos de experiência profissional em Medicina (Ortopedia).

Atribuições: Realizar atividades profissionais da área de medicina, a fim de promover e preservar a saúde de magistrados, servidores, inativos e pensionistas e a de seus dependentes. Compreende atividades como: diagnósticos, prescrição de medicamentos, atendimentos clínicos preventivos ou profiláticos, exames pré-admissionais de candidatos para cargos públicos, elaboração de laudos e pareceres técnicos, execução de perícias em juntas médicas para fins de concessão de licenças e aposentadorias, instrução de processos de acompanhamento funcional e/ou biopsicossocial e demais situações previstas em lei; entre outras.

Analista Judiciário – Apoio Especializado – Medicina – Psiquiatria

Requisitos: Curso superior completo de Medicina, devidamente reconhecido, com especialização na área de Psiquiatria e 2 anos de experiência profissional em Medicina (Psiquiatria).

Atribuições: Realizar atividades profissionais da área de medicina a fim de promover e preservar a saúde de magistrados, servidores, inativos e pensionistas e a de seus dependentes. Compreende atividades como: diagnósticos, prescrição de medicamentos, atendimentos clínicos preventivos ou profiláticos, exames pré-admissionais de candidatos para cargos públicos, elaboração de laudos e pareceres técnicos, execução de perícias em juntas médicas para fins de concessão de licenças e aposentadorias, instrução de processos de acompanhamento funcional e/ou biopsicossocial e demais situações previstas em lei; entre outras.

Fonte. Noticias concurso

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit
admin on Turpis Nisl Sit