domingo, maio 29, 2022
InícioCOVID-19Entendam as novas diretrizes para o retorno dos trabalhadores infectados por Covid-19

Entendam as novas diretrizes para o retorno dos trabalhadores infectados por Covid-19

As autoridades de saúde norte-americanas temiam que os aumentos das infecções em massa, pudessem resultar em dezenas de milhares de americanos incapazes de trabalhar

Decisão das novas diretrizes do CDC, atualizadas no mês de dezembro, decidiu que os trabalhadores podem retornar desde que autorizados e que os sintomas sejam considerados leves e estejam melhorando.

 

As autoridades reconhecem que mesmo o isolamento pela metade pode não ser suficiente para manter os hospitais com funcionários: o CDC informou que os profissionais de saúde com resultado positivo podem continuar trabalhando ininterruptamente em uma “crise”.

 

A decisão foi motivada porque mais de um quinto dos hospitais dos EUA relataram uma “escassez crítica de pessoal”. A flexibilização é para manter os serviços cruciais funcionando. Equipamentos de proteção de alta qualidade reduzem os riscos, enfatizam.

“A última coisa que você quer é dizer, bem, estamos fechando o hospital porque não temos médicos e enfermeiros suficientes”, disse Carlos del Rio, presidente eleito da Infectious Diseases Society of America.

 

Os cuidados de saúde não são a única área em existem uma preocupação com o colapso de serviços essenciais que deram motivos para reformularam à orientação dos EUA.

 

Após o CDC mudar seu conselho de retorno ao trabalho para os profissionais de saúde, a agência reduziu para a metade do tempo geral de isolamento recomendado. O órgão de controle americano informou que americanos infectados, mas assintomáticos, que poderiam continuar suas vidas após cinco dias, sem necessidade de teste negativo.

As novas orientações foram impulsionadas diante das preocupações que os aumentos dos casos de Covid-19 pudessem deixar de lado um número incapacitante de policiais, bombeiros, funcionários de supermercados, farmácias e muito mais.

 

As autoridades de saúde que temiam que os aumentos das infecções em massa, pudessem resultar em dezenas de milhares de americanos incapazes de trabalhar. Tornando difícil manter a sociedade funcionando, mesmo que muitas das infecções fossem leves ou não produzissem sintomas.

 

Essa preocupação exigiu do CDC que uma decisão mais profunda que seja ser descartados inteiramente se necessário por restrições de pessoal, embora as decisões devam ocorrer primeiramente aos funcionários assintomáticos ou levemente doentes.

 

Essa novas orientações deixaram sérias preocupações de grupos de médicos sobre um protocolo de retorno ao trabalho de cinco dias sem testes. Embora o Ômicron seja a variante de maior transmissibilidade, e menos letal do que a variante delta. Uma porcentagem menor dos infectados acaba hospitalizada, de acordo com estudos internacionais e dados iniciais de hospitais dos Estados Unidos.

 

As pesquisas até o momento demonstraram que os vacinados, e especialmente aqueles que são reforçados, provavelmente terão infecções leves ou assintomáticas.

 

As novas orientações do CDC em reduzir pela metade o tempo de isolamento recomendado, foram saudadas por grupos empresariais e criticada por alguns líderes sindicais e especialistas em saúde.

 

Quando vários países sentem o reflexo econômico do terceiro ano da Pandemia, as decisões estão ficando cada vez mais difíceis de tomarem. As autoridades de saúde visam buscar o equilíbrio certo entre vigilância e normalidade da sociedade, enquanto a nação entra no terceiro ano da pandemia. Mesmo com uma variante crescente.

 

Para o presidente dos Estados Unidos, que as pessoas vacinadas e reforçadas não precisam mudar fundamentalmente suas vidas como fizeram no início da pandemia.

 

“O desemprego está em baixa – e os salários estão em alta. Estamos fazendo a América voltar ao trabalho”, Joe Biden.

 

Atualização econômica: -Desemprego nacional caiu 3,9%, quatro anos antes do que os especialistas previam -12 estados relataram baixas recordes no desemprego -42 estados relataram queda no desemprego em dezembro -Os números da folha de pagamento ano a ano aumentaram em 48 estados e DC.

“Superar #COVID19 e construir o futuro da saúde pública requer colaboração. Todos – empresas, governo, escolas, equipes esportivas, comunidades religiosas – devem se unir ao CDC para melhorar a saúde da América. Isso é muito grande para o CDC sozinho” Rochelle Walensky, diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Fonte: The Washington Post Journal, Twitter

 

Governo reduz prazo de isolamento de trabalhadores com Covid-19

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit