11 C
New York
quarta-feira, outubro 27, 2021
InícioBrasilEstudo da Medicina estima prevalência da solidão entre adultos com mais de...

Estudo da Medicina estima prevalência da solidão entre adultos com mais de 50 anos

Em achado surpreendente, pesquisadores constataram que o índice de pessoas que se sentem solitárias é menor durante a crise sanitária do que no período pré-pandemia

Pesquisadores da Faculdade de Medicina da UFMG projetaram uma estimativa da prevalência da solidão em adultos com 50 anos ou mais, comparando o período pré-pandêmico e os primeiros meses da crise de covid-19. Eles encontraram uma taxa menor nos relatos gerais de solidão durante a pandemia e relacionaram a presença do sentimento à desconexão, ou seja, à falta de contato presencial ou virtual, o que indica potencial benefício das ligações telefônicas e conversas por redes sociais, por exemplo.

De acordo com a autora principal do estudo, a professora Juliana Torres, do Departamento de Medicina Preventiva e Social, essa avaliação foi inspirada nos vários estudos que indicavam uma piora da saúde mental das pessoas idosas durante a pandemia, principalmente devido à falta de contatos sociais, já que o isolamento físico é a principal orientação para a prevenção do  novo coronavírus.

“Desde 2017, a solidão é considerada uma epidemia mundial entre adultos mais velhos. Ainda durante o período de distanciamento imposto pela pandemia, muitas estratégias para incentivar o engajamento dessas pessoas, como exercício físico, atividades sociais e trabalho voluntário, tiveram de ser suspensas”, comenta Juliana Torres. “Mas, diferentemente do que se esperava, a prevalência de solidão diminuiu no período da pandemia. Ela caiu de 32,8%, no período pré-pandêmico, para 23,9% no período da pandemia”.

Embora possa ser uma boa notícia, Torres destaca que a taxa de pessoas que se sentem solitárias deve ser examinada com atenção. “Isso é quase um quarto da população estudada. A proporção de pessoas que se sentiam sozinhas ‘sempre’ antes da pandemia é semelhante durante esse período. Ou seja, essa melhora diz respeito apenas à solidão mais leve”, alerta.

Reportagem sobre o estudo foi publicada no Portal da Faculdade de Medicina.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit