11 C
New York
terça-feira, setembro 21, 2021
InícioCoronavírusIdentificado na Argentina, Ministério da Saúde do Brasil, monitora casos da variante...

Identificado na Argentina, Ministério da Saúde do Brasil, monitora casos da variante indiana B.1.617 no país

Com as informações, necessário agora, os infectologistas observarem se a variante indiana entrou no território brasileiro. As informações da pasta é checar outros pontos e se vai espalhar pelo país.

 

O Ministério da Saúde informou que 600 mil testes serão enviados ao Maranhão para estratégia contra variante indiana.

Foi confirmada pela pasta, nesta segunda feira (24) que a cepa com origem na Índia foi identificada em tripulantes de navio atracado próximo à costa maranhense, no Brasil.

O Navio tem bandeira de Hong Kong, saiu da Malásia e passou pela África do Sul.

Segundo o Ministério da Saúde, todos os 24 tripulantes foram testados, e 15 apontaram resultado positivo para a covid-19.

O Maranhão, Ceará, Pará e Rio de Janeiro registraram suspeitos de contaminação pela variante indiana da Covid – 19.

A variante B.1.617, originária da Índia, cuja linhagem foi classificada pela Organização Mundial da Saúde como: “variante de preocupação”.

A Organização Mundial da Saúde informou que: variantes do vírus SARS-CoV-2, que causa a COVID-19, são esperadas, mas a vigilância genômica nas Américas deve continuar detectando qualquer aumento incomum ou inesperado de casos, aumento na letalidade ou mudança nos padrões clínicos que podem afetar as medidas de controle, incluindo vacinas.

A variante indiana é mais transmissível e preocupante, com capacidade de provocar a Covid-19 com grau maior de gravidade e aumentar o número de mortes.

Segundo Jairo Mendez Rico, assessor regional para Doenças Virais da “OPAS”, as mutações são esperadas no processo de evolução e adaptação do vírus. Essas variantes têm um impacto ou risco potencial para a saúde pública, são consideradas variantes de preocupação. Quatro delas foram detectadas nas Américas: P.1 (originada no Brasil), 1.1.7 (originada no Reino Unido), B.1.351 (originada na África do Sul) e B.1.617 (originada na Índia).

“Embora algumas (variantes de preocupação) tenham demonstrado uma capacidade aprimorada de se replicar e transmitir, elas não são mais agressivas ou graves”, afirmou Mendez ressaltando que, de uma perspectiva evolutiva, não é do interesse do vírus matar seu hospedeiro. O assessor regional também disse que, “até o momento, não há evidências suficientes para inferir que as vacinas disponíveis atualmente não funcionam contra essas variantes”.

O Ministério da Saúde montou o plano de testagem das pessoas que chegam aos aeroportos e pelas divisas do Maranhão, evitando que um eventual infectado propague a nova cepa para outras Unidades da Federação.

600 mil testes rápidos de antígeno foi enviado ao estado do Maranhão com o objetivo de evitar a transmissão comunitária da variante indiana.

O Ministério da Saúde esclareceu que pacientes cujo resultado der positivo, será submetido ao RT-PCR, com análise genômica para identificar se a infecção é causada pela variante.

O ministério da Saúde informou que segue atento à situação em território maranhense e se encontra em vigilância, caso a cepa surja em outros estados.

Com as informações, necessário agora, os infectologistas observarem se a variante indiana entrou no território brasileiro. As informações da pasta é checar outros pontos e se vai espalhar pelo país.

O Ministério da Saúde informou que 650 leitos de UTI adulto e 14 leitos de UTI pediátrico foram autorizados pelo Ministério da Saúde para atendimento de pacientes graves com Covid-19.

Esta autorização tem caráter excepcional e temporário, que é para o apoio aos estados e municípios para reforçar a assistência no Sistema Único de Saúde (SUS) durante a crise.

Vários municípios brasileiros nos estados do Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

O Governo Federal repassará, mensalmente, mais de R$ 31,8 milhões, correspondente ao mês de maio para os novos leitos.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit