11 C
New York
quarta-feira, junho 16, 2021
HomeBrasilLíderes de 13 partidos anunciam apoio à reforma da Previdência com a...

Líderes de 13 partidos anunciam apoio à reforma da Previdência com a exclusão das alterações no BPC e da aposentadoria rural

Os Líderes dos 13 partidos (PR, SD, PPS, DEM, MDB, PRB, PSD, PTB, PP, PSDB, Patriotas, Pros e Podemos) divulgaram nesta terça-feira (26), nota em apoio à reforma da Previdência.

O BPC atualmente garante um salário mínimo a partir de 65 anos para queles com renda familiar inferior a 1/4 do salário mínimo. Com a reforma o benefício passa a ser disponível a partir dos 60 anos, contudo em um valor inferior que progride anualmente até atingir um salário mínimo aos 70 anos.

Entretanto fizeram condições de exclusão da proposta referente ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a aposentadoria rural.  O grupo concretizou apoio ao texto que altera as regras da aposentadoria dos civis.

São necessários 308 votos, dos 513 da Câmara, para aprovar os pontos da reforma.

Os parlamentares consideram estes dois prejudiciais devidos atingirem à camada mais pobre da população. “Considerando que qualquer reforma previdenciária deve ter como princípios maiores a proteção aos mais pobres e mais vulneráveis, decidimos retirar do texto a parte que trata de forma igual os desiguais e penaliza quem mais precisa”,

Para tanto, vamos suprimir da proposta originária as regras que já atingem os tão sofridos trabalhadores rurais e os beneficiários de prestação continuada, que são pessoas com deficiências, e também aqueles com idade superior a 65 anos, que vivem em estado de reconhecida miserabilidade.

Maia diz que o projeto anticrime pode ser votado no 1º semestre

A retirada desses trechos era esperado nas analises dos especialistas.

A oposição (PT, PCdoB, PSB, PDT, Rede e Psol) se manifestaram contrários ao texto da reforma da Previdência e defendem a rejeição completa da medida.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara. achou favorável aos vetos, “Retirando esses dois temas, nós não vamos tratar dos brasileiros que ganham menos, que estão no BPC. Vamos focar o trabalho da Câmara naqueles que podem, de fato, contribuir com a reorganização do sistema previdenciário brasileiro”, destacou.

Eles ainda afirmaram que não permitirão a “desconstitucionalização generalizada do sistema previdenciário do país”.

As regras para a concessão e o cálculo de benefícios, o que permitiria que fossem modificadas por projetos de lei. Para aprovar uma emenda à Constituição, são necessários três quintos da Câmara e do Senado – já projetos de lei podem ser aprovados apenas por maioria.

Encerra a nota

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit
admin on Turpis Nisl Sit