sábado, maio 21, 2022
InícioAbuso SexualMontes Claros: atendimento humanizado a vítimas de violência doméstica

Montes Claros: atendimento humanizado a vítimas de violência doméstica

O evento contou com a participação de profissionais que atendem vítimas de violência sexual no município

Na manhã desta quinta-feira (11/11), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) promoveu na sede da 11ª Região Integrada de Segurança Pública, em Montes Claros, Norte do estado, o workshop “Diálogo interdisciplinar sobre atendimento humanizado a vítimas de violência sexual”. O evento contou com a participação de profissionais que atendem vítimas de violência sexual no município.

 

A capacitação foi realizada com vistas a debater o Acordo de Cooperação Técnica assinado na última quinta-feira (4/11), pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e Secretaria de Estado e Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

 

Além de outras responsabilidades, o termo de cooperação prevê o treinamento pela Polícia Civil dos profissionais dos serviços de referência da rede de atenção credenciados junto ao Sistema Único de Saúde (SUS) para realizarem, no momento do atendimento médico, a coleta de provas e vestígios em pessoas em situação de violência sexual, bem como o registro das informações, proporcionando um atendimento emergencial, integral e multidisciplinar.

 

Até então, além do atendimento na unidade hospitalar, a vítima precisava ser conduzida ao Posto Médico Legal (PML) para ser submetida ao processo de coleta.

 

De acordo com a médica-legista Aline Brito de Oliveira, o protocolo humanizado tem por objetivo permitir a devida assistência para a vítima de violência, médica, psicológica, dentre outras, sem prejuízo da investigação. “Com esse protocolo, vamos minimizar o dano pra que a vítima não tenha que contar a mesma história várias vezes, revivendo o trauma sofrido, sem prejuízos na investigação, pois com base nas informações do atendimento prestado por ela vamos lavrar o Laudo Indireto das lesões, sem revitimizá-la”, pontuou.

 

Além da Polícia Civil, participaram do evento os profissionais que atendem no Hospital Universitário Clemente Faria, representante da Polícia Militar de Minas Gerais, do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, representante da Universidade Estadual de Montes Claros e da Secretaria de Saúde de Montes Claros.

O novo acordo segue as orientações do Comitê Estadual de Gestão do Atendimento Humanizado às Vítimas de Violência Sexual (CEAHVIS), baseadas em portarias interministeriais sobre o tema. O CEAHVIS é composto por Polícia Civil, Polícia Militar, SES-MG, Sejusp, Secretaria de Estado de Educação e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit