Morre aos 61 anos, o humorista Batoré

O personagem dele vai ser lembrado por um de seus bordões mais conhecidos: "Ah, pára ô!", "Você pensa que é bonito ser feio?" e "Você é forgaaado!". Além de contar piadas, Batoré usava o humor escrachado, e zombava da sua própria feiúra e pobreza.

0
691

Morreu em São Paulo, nesta segunda-feira, (10/01), aos 61 anos, Ivanildo Gomes Nogueira, o humorista que fez grande sucesso no país, mais conhecido como Batoré.

Nasceu em Serra Talhada-Pernambuco, em 17 de abril de 1960, mas a família veio para o Estado de São Paulo, quando ele ainda era criança.

Na juventude tentou ser jogador de futebol, atuando nas categorias de base como lateral-direito nos seguintes clubes: Santo André, São Paulo, Saad, Paulista e Ituano.

Entretanto, foi no Programa Humorístico, a Praça é Nossa que Batoré iniciou sua grande carreira, na década de 90.

O personagem dele vai ser lembrado por um de seus bordões mais conhecidos: “Ah, pára ô!”, “Você pensa que é bonito ser feio?” e “Você é forgaaado!”. Além de contar piadas, Batoré usava o humor escrachado, e zombava da sua própria feiúra e pobreza.

No ano de 2008, o humorista foi eleito vereador da cidade de Mauá, sendo o terceiro vereador mais votado. Foi reeleito em 2012 para mais um mandato ainda no PP e logo depois mudou de partido, mudando para o PRB. Com esta manobra, a justiça eleitoral considerou “infidelidade partidária” e o afastou de seu cargo de vereador.

Foi contratado pela Rede Globo em 2016 e estreiou na emissora na novela “Velho Chico”, onde fez o papel do delegado Queiroz.

Em 20 de julho de 2019, retornou a Praça é Nossa depois de 15 anos afastado.

Batoré tratava uma luta contra o câncer e em São Paulo, perdeu a batalha.

Nossos sentimentos a família

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui