11 C
New York
quarta-feira, outubro 20, 2021
InícioNovo DecretoNovo decreto que proíbe celebrações religiosas com a presença de fiéis em...

Novo decreto que proíbe celebrações religiosas com a presença de fiéis em Juiz de Fora é publicado pela Prefeitura

Novo decreto que proíbe celebrações religiosas com a presença de fiéis em Juiz de Fora é publicado pela Prefeitura

O novo decreto que proíbe a realização de celebrações religiosascom a presença de fiéis em Juiz de Fora foi publicado pela Prefeitura neste sábado (4). O documento também amplia o período de abertura dos restaurantes.
O anúncio foi feito na terça-feira (30), conforme divulgado pelo G1,quando o Executivo anunciou as mudanças após reunião com o Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19
Veja abaixo as novas medidas que já estão em vigor.
Celebrações Religiosas
De acordo com o Decreto n° 14.000, as cerimônias estão novamente proibidas na cidade. Conforme a medida, que já está em vigor, “fica permitida apenas a realização por videoconferência ou transmissão online com a presença do celebrante e da equipe técnica de apoio, desde que respeitem a distância de dois metros”.
Decisão
Após encontro com o Comitê, o Executivo havia informado que dentro de 14 dias, haverá uma nova avaliação da situação na cidade.
No dia 13 de junho, a Prefeitura publicou um decreto permitindo a realização de cultos e missas com até 30 pessoas no município. Entretanto, no dia 25 do mesmo mês, o Comitê proibiu a realização de celebrações religiosas.
Já no dia 26, a situação foi revertida e o grupo informou que o assunto seria reavaliado na última terça-feira, como ocorreu.

O que dizem

Em nota divulgada nas redes sociais, a Arquidiocese de Juiz de Fora explicou que o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, estabeleceu que, desde a última quinta-feira (2), as celebrações voltassem a ser realizadas através das redes sociais.

“Aguardemos com paciência e procuremos ter o máximo de cuidado com a doença pandêmica”, disse Dom Gil em mensagem aos sacerdotes da instituição religiosa.

Já o presidente do Conselho de Pastores de Juiz de Fora (Conpas), pastor Charles Marçal, informou que participou da reunião com a Prefeitura. Segundo ele, o Comitê manteve a posição mesmo com todos argumentos que foram apresentados com base em dados científicos.

“Fomos penalizados como se fôssemos responsáveis pela curva de casos em Juiz de Fora. Isso é inaceitável. Eu não concordo com a decisão mas temos que obedecer”, afirmou o pastor ao G1.

Restaurantes

Os restaurantes poderão funcionar aos sábados, de 11h às 15h. No último sábado (27), o Executivo publicou um decreto com novas restrições para os locais. Conforme o documento, os estabelecimentos deveriam funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h às 15h, e não poderiam abrir durante o fim de semana.

Agora, os locais estão autorizados a operar de segunda a sábado, desde que não ofereçam o serviço de self-service, bebidas alcoólicas e entretenimento.

Fonte:G1

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit