terça-feira, maio 24, 2022
InícioMulherO presidente dos EUA, Joe Biden, viaja em turnê pela Europa

O presidente dos EUA, Joe Biden, viaja em turnê pela Europa

O presidente dos EUA, Joe Biden, voará para a Europa em 23 de março, onde pretende discutir com aliados a situação atual na Ucrânia e a política geral em relação à Rússia, incluindo o anúncio de novas sanções contra Moscou.

 

A primeira parada é a Bélgica, onde ele se reunirá com aliados da OTAN, líderes do G7 e líderes da União Europeia para discutir os esforços para apoiar a Ucrânia e colocar um preço sério na Rússia por sua invasão.

 

O presidente dos EUA viajará então para a Polônia para um encontro bilateral com o presidente Andrzej Duda para discutir a resposta à crise humanitária e de direitos humanos que a Rússia criou na Ucrânia.

 

“Nesta viagem, deixaremos claro que o Ocidente está unido em nossa defesa da democracia. Putin pensou que nos dividiria, mas estamos mais fortes do que em qualquer momento da história recente. Apoiamos a Ucrânia e continuaremos a garantir que Putin paga um alto preço econômico por suas ações”, disse o líder americano.

Minha primeira parada é na Bélgica, onde me encontrarei com nossos aliados da OTAN, líderes do G7 e líderes da União Européia para discutir nossos esforços para apoiar a Ucrânia e impor custos severos à Rússia por sua invasão.

Atualmente não há acordo sobre um cessar-fogo na Ucrânia, disse o Palácio do Eliseu em comunicado depois que o presidente francês Emmanuel Macron falou separadamente com seus colegas ucranianos e russos.

A gigante francesa de energia TotalEnergies anunciou que deixará de comprar petróleo e derivados russos até o final de 2022.

“As negociações entre as delegações da Rússia e da Ucrânia são mais lentas e menos significativas do que gostaríamos. A divulgação de detalhes pode prejudicar o processo de negociação”, Dmitry Peskov.

Rússia só usaria armas nucleares se houver “ameaçada existencial”, diz Peskov

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov afirmou que a Rússia usaria armas nucleares somente se identificar que há “ameaça existencial” ao país. “Pretextos para uso de armas nucleares são públicos. Se houver ameaça existencial a nosso país, elas podem ser usadas”, disse durante entrevista à CNN nesta terça-feira.

Peskov ressaltou ainda que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, foi quem recentemente citou a geração de armamento nuclear, durante a Conferência de Segurança de Munique neste ano.

Segundo fontes, a Bielorrússia já está tomando medidas para participar de uma invasão em grande escala, mas supostamente a decisão final sobre a participação da Bielorrússia ainda não foi tomada na Federação Russa.

Um oficial de inteligência da Otan também disse a repórteres que o papel da Bielorrússia na guerra é tentar bloquear as principais rodovias para que a ajuda militar da Otan não chegue à Ucrânia.

Não há áreas seguras em Kharkiv, – Prefeito de Kharkiv Igor Terekhov

“Peço às pessoas que não fiquem em casas, mas em instalações especializadas – abrigos antiaéreos, porões, metrôs, para salvar suas vidas.
É claro que o norte de Saltovka sofre muito, o distrito de Kharkiv e a parte central da cidade também. Hoje não se pode dizer que esta área é segura, pois esta Perigoso em todas as áreas.”

De acordo com o conselho da cidade local, cerca de 15.000 cidadãos estão se escondendo de bombardeios no metrô de Kharkiv.

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit