11 C
New York
terça-feira, setembro 21, 2021
InícioBrasilOs grupos prioritários com comorbidades de pessoas entre 59 a 55 anos...

Os grupos prioritários com comorbidades de pessoas entre 59 a 55 anos serão vacinados contra Covid-19

Jornalista Hernane Amaral,
Portal GmundoNews, Portal AmaralNews
Me acompanhe no Facebook
Me acompanhe no Instagram

A recomendação para os governos municipais e estaduais é que as pessoas sejam convocadas das mais velhas para as mais novas, começando pela faixa etária.

O ministério calcula que este grupo abarque 17,7 milhões de pessoas.

O governo informou que, para receber a vacina, as pessoas com comorbidades precisam apresentar algum documento que comprove a inclusão no grupo prioritário, como receitas médicas, prescrições, exames, relatórios médicos.

O Ministério da Saúde fez uma projeção contratual de entrega de doses da vacina covid-19, o país já contratou mais de 562 milhões de vacinas para reforçar o Programa Nacional de Imunização em 2021.

“Mesmo com possíveis contratempos decorrentes do atraso de entrega de doses, nós estamos muito próximos de atingir a meta de vacinar todos com mais de 60 anos, o que é uma excelente notícia. Isso mostra a capacidade do nosso Programa Nacional de Imunização (PNI). O Brasil, como já falei em outra oportunidade, tem um canal de diálogo muito forte, seja com organismos multilaterais através da ONU, OMS, OPAS, mas também um canal de relações bilaterais, agora mesmo vamos receber da Espanha um quantitativo de insumos para o kit de intubação”, destacou Queiroga durante coletiva de imprensa neste sábado (24/4).

Dentre os imunizantes já aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estão aqueles produzidos pela Fundação Oswaldo Cruz (AstraZeneca) e pelo Instituto Butantan (Coronavac), além de doses da Pfizer e Janssen.

Na fila da prioridade para vacinação, o próximo grupo a ser vacinado contra a covid-19 é o de pessoas com comorbidades. Serão atendidos todos os brasileiros entre 18 e 59 anos nessa situação.

A prioridade são pessoas de 59 a 55 anos, depois 54 a 50 anos, e assim por diante.

O Ministério da Saúde informou que a recomendação é seguir o plano nacional, mas, estados e municípios “têm autonomia para seguir com as estratégias locais na campanha de imunização, conforme as demandas regionais”.

Diabetes;

Doenças pulmonares crônicas graves;

Hipertensão arterial;

Doenças do coração;

Enfermidades cerebrovasculares;

Doenças renais crônicas;

Anemia falciforme;

Obesidade mórbida;

síndrome de Down;

Cirrose hepática;

Imunossupressão (pacientes transplantados, com HIV ou câncer).

Parte destes grupos prioritários, o Ministério da Saúde afirma ter convocado para a vacinação dos idosos que compõem os grupos prioritários já amparados.

Conforme Ministério da Saúde, vão ser iniciadas a vacinação e imunização pelas faixas de idade mais velhas.

São 22 as comorbidades incluídas como prioritárias para a vacinação contra o novo coronavírus.

Outro grupo prioritário na estimativa do Ministério da Saúde, são as de pessoas com deficiência permanente, trabalhadores industriais, trabalhadores da educação dos ensinos básico e superior.

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit