11 C
New York
domingo, julho 25, 2021
InícioCOVID-19Parceria Ministério da Saúde com Pfizer, capacita profissionais sobre logística e...

Parceria Ministério da Saúde com Pfizer, capacita profissionais sobre logística e manuseio das vacinas da COVID-19

A vacinação, quando feita como indicam as instituições de saúde, é um método que garante proteção para cerca de 90% a 100% das pessoas.

O Ministério da Saúde e a Pfizer, estão capacitando os profissionais sobre logística e manuseio das vacinas da farmacêutica.

As vacinas da Pfizer são uma forma muito enfraquecida ou totalmente inativa do agente que causa a doença. 

Quando aplicadas no organismo humano, estimulam o sistema imunológico a produzir anticorpos contra o SARS-CoV-2 que causa o Covid-19. A vacina cria células de memória no corpo. Caso esta pessoa tenha contato com o vírus, o organismo irá reagir rapidamente combatendo o agente infeccioso e sem adoecer.

Os treinamentos foram iniciados em abril e vão continuar durante o calendário de vacinação atribuído à Farmacêutica Pfizer no Brasil.

A farmacêutica está treinando os profissionais para o manuseio adequadamente  das vacinas contra Covid-19 da Pfizer/BioNTec.

Os treinamentos vão desde a logística, preservação, preparação e administração do imunizante. 

Marcelo Queiroga explicou que esta iniciativa acontece em razão de uma parceria entre o Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), com o laboratório.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou novas condições de conservação e armazenamento para a vacina Pfizer. 

As alterações no texto da bula estende de 05 para 31 dias o tempo para que a vacina seja mantida em temperatura controlada entre 2 graus Celsius (ºC) a 8ºC. As doses da Pfizer precisam ser armazenadas em caixas com temperaturas entre -25°C e -15°C por, no máximo, 14 dias.

Os profissionais estão sendo treinados em diversas instâncias da rede de frio, estrutura que coordena desde o transporte até o armazenamento dos insumos. 

A necessidade dos treinamentos é importante devido às vacinas Covid-19 da Pfizer que exigem temperaturas em intervalos de tempo específicos, que devem ser observados pelos diversos profissionais envolvidos nas ações de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). 

O Ministério da Saúde informou que: para resguardar a qualidade e a segurança das vacinas da Pfizer, o PNI adotou a introdução gradativa da vacinação nos municípios.

Para o armazenamento dos imunizantes da Pfizer, cuja indicação na bula até 31 dias refrigerados entre +2ºC e +8°C, serão utilizados os ultra-freezers que são os mais indicados para a vacina. 

Os ultra-freezers são equipamentos de baixas temperaturas que guardam as doses entre -90ºC e -60ºC, permitindo que os inmunizantes se mantenham conservados por todo o período de validade (seis meses).

O governo federal já tem um contrato com a farmacêutica para 100 milhões de doses. O Ministro Marcelo Queiroga informou que chegará ao país 13,5 milhões de doses até junho.

As doses estão sendo armazenadas no Centro de Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos, assim que chegam ao Brasil. A expectativa é de que, em breve, o Ministério da Saúde envie as vacinas da Pfizer aos estados nos próprios ultrafreezers. A pasta possui em andamento um processo de compra de 183 equipamentos, via Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Veja também

Vacinas da Pfizer BioNTech  e AstraZeneca protegem contra variante Delta

Variante SARS-CoV-2 Delta

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit
admin on Turpis Nisl Sit