PCMG apreende grande quantidade de cogumelos alucinógenos

Os investigados foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico, e, posteriormente, encaminhados ao sistema prisional.

0
60
Arquivo Policia Civil

Um casal foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), nessa terça-feira (24/5), suspeito de traficar cogumelos alucinógenos e outras drogas, por meio de um perfil em rede social.

 

Durante operação, coordenada pelo Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc), os policiais apreenderam na casa dos suspeitos – localizada em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte – 166 gramas de MDMA, 164 micropontos de LSD, 375 gramas de maconha, quase 5 gramas de cocaína pura e 450 gramas de haxixe, além dos cogumelos.

 

De acordo com o chefe da Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico, delegado Thiago Machado, as investigações iniciaram há um mês. Levantamentos do setor de inteligência e denúncias auxiliaram a polícia, que imediatamente passou a monitorar o casal e as transações efetuadas pela rede social.

 

“Eles confessaram saber ser crime a comercialização desses cogumelos. O homem, de 24 anos, inclusive, alegou que teria estudado micologia, ramo da biologia responsável por analisar o efeito de fungos, o que não se provou até agora. Já a mulher investigada, de 26 anos, afirmou não ter relação com a associação criminosa, embora não tenha apresentado comprovação de outras fontes de renda, motivo pelo qual também foi autuada em flagrante”, revelou o delegado.

 

Os investigados foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico, e, posteriormente, encaminhados ao sistema prisional.

 

Alerta

 

Thiago Machado alerta a população quanto aos perigos do consumo dessas substâncias alucinógenas. “Embora tais fungos possam ser comumente encontrados, naturalmente, em áreas rurais, o consumo deles pode ser muito danoso à saúde do usuário”, explicou o delegado, que destacou o risco do consumo de uma dosagem mais forte, o que varia para cada pessoa.

 

 

.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui