11 C
New York
quarta-feira, outubro 20, 2021
InícioBrasilPor que crianças se infectam menos pelo novo coronavírus?

Por que crianças se infectam menos pelo novo coronavírus?

Crianças produzem mais anticorpos direcionados especialmente à proteína S (ou Spike), usada pelo coronavírus para penetrar nas células e que também permite a replicação viral

Você sabia que as crianças não se contaminam na mesma proporção que os adultos pelo novo coronavírus, a pesquisa revelou que o sistema imunológico das crianças tem uma resposta imune não treinada e pode a chave para a eliminação da SARS-CoV-2.

É uma tendência que confunde os cientistas, o vírus causador da Covid-19? Curiosamente, não existe uma explicação lógica e conclusiva para saber por que isso acontece. mas alguns estudos científicos recentes trazem respostas importantes para nos ajudar a entender.

Ainda é um enigma para a ciência como o organismo das crianças se defende do Sars-CoV-2. Elas apresentam um sistema imunológico mais eficiente.

Quando contaminadas, as crianças manifestam a doença de forma leve ou assintomática, embora a resposta desta resistência ao vírus não, ainda não é conclusiva entre os pesquisadores.

“As crianças estão muito adaptadas para responder – e muito bem equipadas para responder – a novos vírus”, diz Donna Farber, imunologista da Universidade de Columbia em Nova York. Mesmo quando estão infectadas com SARS-CoV-2, as crianças têm maior probabilidade de apresentar doença leve ou assintomática 2 .

“Quando o sistema imunológico infantil se depara com o vírus, simplesmente monta uma resposta imunológica realmente rápida e eficaz que o inativa antes que tenha a chance de se replicar a ponto de dar positivo no teste de diagnóstico de esfregaço.” Melanie Neeland, imunologista responsável pelo trabalho, realizado no Instituto de Pesquisa Infantil Murdoch em Melbourne

“Os efeitos indiretos da COVID-19 na criança e no adolescente podem ser maiores que o número de mortes causadas pelo vírus de forma direta.” Tedros Adhanom Ghebreyesus —Diretor-Geral da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Um artigo publicado na Nature, uma importante e respeitada revista científica britânica, mostrou que as crianças respondem por uma pequena porcentagem das infecções por Covid-19. De acordo com o estudo, o sistema imunológico dos mais jovens está mais adaptado e bem equipado para responder a novas infecções. Ou seja, seu sistema imune consegue montar uma resposta de defesa rápida e eficiente antes que o vírus possa se replicar de forma significativa.

E, mesmo quando contaminadas, as crianças tendem a apresentar a forma leve ou assintomática da doença. Às vezes, os testes diagnósticos dos pequenos nem dão positivo, mesmo se estiverem infectados. Complicações graves, embora existam, também são raras nos mais novos.

O Hospital Sant Joan de Déu, em Barcelona, fez um estudo chamado Kids Corona, com 411 famílias e 724 crianças com pelo menos um dos pais com Covid-19. A pesquisa mostrou que mais de 99% dos menores não apresentavam sintomas ou tinham sintomas pouco relevantes.

Uma das explicações para esse fenômeno é que crianças produzem mais anticorpos direcionados especialmente à proteína S (ou Spike), usada pelo coronavírus para penetrar nas células e que também permite a replicação viral.

Mesmo assim, vale sempre lembrar que as medidas de segurança, como distanciamento social, uso de máscara e higienização frequente das mãos, devem ser seguidas pela família inteira. Quem se protege, protege a todos.

Fonte: Instituto Butatan, Revista Galileu

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit