11 C
New York
sábado, novembro 27, 2021
InícioBrasilQueiroga destaca que “a segurança dos pacientes, especialmente das gestantes, como um...

Queiroga destaca que “a segurança dos pacientes, especialmente das gestantes, como um pilar dos atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), deve ser mantida”

SP e RJ foram mantidos os dados de ontem por problemas de acesso, então esses dados devem ser represados somente segunda ou terça, o que deve gerar um aumento superficial.

Data: 17/09/2021, 18h

O país registrou: Vítimas Acumuladas: 589.573 – Óbitos no período de 24 horas: 333 – Novos casos: 11.202- Infectados Acumulados: 21.080.219 – Recuperados: 20 mi

Acúmulo de óbitos e casos na semana:

Óbitos

17/9/21: 333

16/9/21: 643

15/9/21: 800

14/9/21: 731

13/9/21: 182

2.689 óbitos acumulados

Casos

17/9/21: 11.202

16/9/21: 34.407

15/9/21: 14.780

14/9/21: 13.406

13/9/21: 6.645

80.440 novos casos acumulados

Média Móvel de Casos (15.053) está em queda de -11,29% em relação a 7 dias atrás (16.970) e queda de -30,74% em relação a 14 dias atrás (21.736)

Média Móvel de Óbitos (532) está em alta de +17,18% em relação a 7 dias atrás (454) e queda de -14,33% em relação à 14 dias atrás (621)

Data: 17/09/2021, 18h Casos • 11.202 no último período. • 21.080.219 acumulados. Óbitos • 333 no último período • 589.573 óbitos acumulados.

4.749 casos (-29,77%) e 333 óbitos (-50,45%) a menos que sexta-feira da semana passada.

  • SP e RJ foram mantidos os dados de ontem por problemas de acesso, então esses dados devem ser represados somente segunda ou terça, o que deve gerar um aumento superficial.

A segurança dos pacientes, especialmente das gestantes, como um pilar dos atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Esta foi máxima defendida pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante o webinar “Gestação de alto risco: cuidado materno seguro”. O seminário foi realizado em alusão ao Dia Mundial da Segurança do Paciente, criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e celebrado nesta sexta-feira (17).

Neste ano, a campanha do Dia Mundial da Segurança do Paciente tem o intuito de aumentar a conscientização global sobre as questões de segurança materna e neonatal, especialmente durante o parto, bem como adotar estratégias eficazes e inovadoras para melhorar a segurança materna e neonatal.

Queiroga destacou que o Ministério da Saúde atua com olhar especial sobre a questão da segurança materna. Citou a criação da Câmara Técnica de Mortalidade Materna para propor medidas de redução das taxas de mortalidade das mães e seus bebês. “Lançamos um programa especial dirigido para ampliar as condições de segurança do atendimento materno fetal. E as ações do Ministério não são dirigidas apenas à questão da assistência, mas, também, na área da pesquisa”, disse Queiroga.

“O Ministério da Saúde não pode nunca tirar do seu alvo a questão da segurança dos pacientes, que têm que ter no SUS uma acolhida que os dê segurança, e eficiência no atendimento”, afirmou o ministro.

Assista aqui ao pronunciamento do ministro Marcelo Queiroga.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit