11 C
New York
domingo, julho 25, 2021
InícioPolíticaRecord, Band, SBT, juntas receberam 91% de verba publicitária federal, mas a...

Record, Band, SBT, juntas receberam 91% de verba publicitária federal, mas a globo ficou com a audiência

O presidente Jair Bolsonaro se colocar como perseguido pela imprensa brasileira, mas todos os dias ele está na frente do Planalto atacando jornalistas sob os aplausos de fanáticos sempre dispostos a puxar seu saco. Mas o fato é que o governo e uma parte importante da imprensa estão de mãos dadas de um jeito ou de outro.

Três emissoras de TV aberta trabalha descaradamente como uma espécie de assessoria de comunicação do governo. Passam 24h investigando adversário da família Bolsonaro, ainda conta com os grupos organizados para propagar e trazer novas informações, inclusive à suspeita da existência de uma ABIN paralela, que investiga e elabora relatórios de inteligencia para o próprio presidente.

São vários os motivos para tanto empenho por parte dos donos das três concorrentes da Globo, entre eles a verba publicitária que ta engordando as contas das citadas emissoras. Só para divulgação da reforma da previdência, Bolsonaro através da SECOM, abençoou donos do SBT, Record, Band, com 91% da verba federal, mas nem isso foi suficiente para bater a audiência da TV Globo, que em muitos momentos ficava com a audiência maior que as demais emissoras juntas.

Apesar que o grupo Globo em vários momento de sua história, se valeu da corrupção e outros crimes para manter este império global, no entanto hoje ela é a principal informante do povo brasileiro, que estão sendo enganados com um governo autoritário, disfarçado de democrata, mas é a tradução literal de governos comunistas, onde um líder ditador tenta mitigar forças inimigas com uso do poder público, favorecendo interesses ideológicos, anti democráticos.

Esta ocorrendo o engessamento do executivo com militares sem qualquer conhecimento de determinadas áreas técnicas, como é o caso do ministro da saúde, Pazuello que de saúde certamente não sabe nem como anda a dele, tanto que milhares de brasileiros estão perdendo suas vidas e o governo insistindo Cloroquina política, medicamento sem qualquer respaldo cientifico em nenhuma parte do mundo, que comprove sua eficacia contra o Covid-19, uma aventura de Bolsonaro, de olho nas eleições de 2022, mesmo que esteja custando uma vida a cada minuto no país.

Ainda sobre as mídias aliadas, a fidelidade canina da Record ao projeto da extrema direita já é mais do que conhecido. O homem que se tornou bilionário, desviando dízimos e ofertas para finalidades atípicas relativas a atribuição da igreja, o auto intitulado Bispo  Edir Macedo colocou até a Igreja Universal na campanha eleitoral de Bolsonaro e hoje coloca o jornalismo da emissora para engraxar as botinas do ex-capitão.

O grupo Record é hoje a emissora que mais recebe verbas do governo. O crescimento do faturamento publicitário da Record junto à Secom no primeiro trimestre do ano passado foi de 659%, valor já considerando a variação da inflação no período. O fato da emissora do bispo ter se tornado praticamente a casa oficial da extrema direita brasileira na TV não chega a surpreender.

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit
admin on Turpis Nisl Sit