11 C
New York
quarta-feira, outubro 20, 2021
InícioBrasilSecretaria de Saúde do Estado de São Paulo confirmou a morte de...

Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo confirmou a morte de uma adolescente de 16 anos que recebeu a primeira dose da Vacina Pfizer

“Ainda não é possível afirmar que o falecimento tem alguma relação com a vacina”, disse Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, em entrevista coletiva que afirmou nesta quinta-feira (16) que a recomendação que é a suspensão da vacinação contra Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo confirmou a morte de uma adolescente de 16 anos que recebeu a primeira dose da Vacina Pfizer, em 25 de agosto.

“Ainda não é possível afirmar que o falecimento tem alguma relação com a vacina”, disse Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, em entrevista coletiva que afirmou nesta quinta-feira (16) que a recomendação que é a suspensão da vacinação contra Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades, e repetiu na Live do Presidente Jair Bolsonaro.

“É importante seguir as orientações do PNI. A nota técnica fala da vacinação de adolescentes com comorbidades e privados de liberdade. Não tem como o MS assumir situações fora do orientado pelo PNI. Não apliquem vacinas que não tem autorização da Anvisa”, afirmou o Ministro.

“recentemente o NHS restringiu a vacina nos adolescentes sem comorbidades. Aqueles que já tinham sido imunizados com a primeira dose, se recomendou parar por ali e aplicar as duas doses somente nos com comorbidades. Por isso resolvemos restringir”.

Nota da Anvisa

Anvisa investiga o caso da morte de uma adolescente de 16 anos após aplicação da vacina da Pfizer. A Agência foi informada nesta quarta-feira (15/9) que, no dia 2 de setembro, ocorreu uma reação adversa grave em uma adolescente após uso da vacina contra a Covid-19.

No momento, não há uma relação causal definida entre este caso e a administração da vacina.

Os dados recebidos ainda são preliminares e necessitam de aprofundamento para confirmar ou descartar a relação causal com a vacina.

A Agência já iniciou a avaliação e a comunicação com outras autoridades públicas e adotará todas as ações necessárias para a rápida conclusão da investigação. Entretanto, com os dados disponíveis até o momento, não existem evidências que subsidiem ou demandem alterações nas condições aprovadas para a vacina.

Além de estabelecer contato com as sociedades científicas, a fim de intensificar a identificação precoce dos casos de eventos adversos graves pós-vacinação de adolescentes, a Anvisa realizará reunião com a empresa Pfizer e os responsáveis pela investigação do caso no estado, além do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) nacional para obter mais informações.

A Agência ressalta que todas as vacinas autorizadas e distribuídas no Brasil estão sendo monitoradas continuamente pela vigilância diária das notificações de suspeitas de eventos adversos.

Os dados gerados pelo avanço do processo vacinal em larga escala são cuidadosamente analisados em conjunto com outras autoridades de saúde. Até o momento, os achados apontam para a manutenção da relação benefício versus risco para todas as vacinas, ou seja, os benefícios da vacinação excedem significativamente os seus potenciais riscos.

Tanto o mRNA quanto as vacinas tradicionais ensinam seu corpo como se proteger contra infecções futuras. Ao longo da vida, você será vacinado para se proteger contra muitas doenças graves da Covid-19. As vacinas, como todas as vacinas, são projetadas para evitar que você fique muito doente. Rochelle Walensky, Diretora do Centro de Prevenção dos Estados Unidos (CDC)

VACINA DE RNA MENSAGEIRO (Vacina Pfizer)

As vacinas de RNA mensageiro são um novo tipo de imunizante em estudo para proteger pessoas de doenças infecciosas. Assim como as vacinas comuns, o objetivo do RNA mensageiro é criar anticorpos contra um vírus que ameaça a saúde humana. Mas, ao invés de inserir o vírus atenuado ou inativo no organismo de uma pessoa, esse novo imunizante ensina as células a sintetizarem uma proteína que estimula a resposta imunológica do corpo.

COMO FUNCIONA A VACINA DE RNA MENSAGEIRO

Para falar das vacinas de RNA mensageiro (mRNA), precisamos partir de um ponto básico que é o funcionamento das nossas células. Nelas, temos o DNA que armazena as nossas informações genéticas, o RNA – molécula que leva instruções para a síntese de proteínas e para outras funções biológicas, e os ribossomos, que são estruturas do citoplasma da célula que efetivamente produzem as proteínas com as instruções trazidas pelo RNA mensageiro.

As vacinas de mRNA carregam o código genético do vírus que contém as instruções para que as células do corpo produzam determinadas proteínas. Ou seja, elas atuam introduzindo nas células do organismo a sequência de RNA mensageiro, que contém a receita para que essas células produzam uma proteína específica do vírus. Uma vez que essa proteína seja processada dentro do corpo e exposta ao nosso sistema imunológico, este pode identificá-la como algo estranho, um antígeno e criar imunidade contra ele. Essa imunidade, representada pelos anticorpos (células de defesa) e linfócitos T, dá ao organismo a capacidade de se defender quando em contato com o vírus.

Uma vacina de RNA mensageiro, então, funciona da seguinte forma:

  1. Utilizando uma fita de RNA mensageiro, a vacina codifica um antígeno específico daquela doença;
  2. Quando o RNAm é inserido no organismo, as células usam a informação genética para produzir esse antígeno;
  3. O antígeno se espalha pela superfície das células e é reconhecido pelo sistema imunológico, que entende que aquela proteína não faz parte do organismo e passa a produzir anticorpos para combater aquela doença.

A vacina de RNA mensageiro simula o processo que ocorre no corpo de uma pessoa que realmente contraiu aquela doença, mas de uma maneira que não possibilita a infecção de quem está sendo vacinado – apenas educando o organismo sobre como responder àquele invasor.

 

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit