11 C
New York
quarta-feira, junho 16, 2021
HomePolítica'Só devo lealdade ao povo', diz Bolsonaro em evento militar em Santa...

‘Só devo lealdade ao povo’, diz Bolsonaro em evento militar em Santa Catarina

source
Bolsonaro arrow-options
Marcos Corrêa/PR – 10.10.19

Bolsonaro diz que só deve lealdade ao povo brasileiro.

O presidente Jair Bolsonaro  evitou falar diretamente sobre a crise no governo envolvendo integrantes do PSL na tarde desta quinta-feira.

Horas depois de destituir a deputada federal Joice Hasselmann da liderança do governo e ficar sabendo que o líder do partido na Câmara, delegado Waldir , declarou que poderia implodir o governo, além de ter chamado o presidente de “vagabundo”,  Bolsonaro disse em Florianópolis que só deve lealdade ao povo.

Leia mais: Bivar evita falar sobre possível destituição de Flávio e Eduardo de diretórios

Ao final do discurso, o presidente voltou a atacar a crise política, sem citar nomes. Para Bolsonaro, a briga é feita por pessoas que “não nos deixam em paz”. 

“Alguns, de forma mesquinha, buscam atingir o governo, mas a grande parte quer o bem”, disse o presidente, para quem esse trabalho é resultado de uma “minoria incansável”.

Ao cumprimentar as pessoas que participavam de evento na Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal, na capital catarinense, o presidente disparou: “(…) E queria agradecer ao povo, povo esse a quem devo unicamente lealdade”.

Leia também: Indicação de Eduardo para embaixada se tornou “indefinida” com crise no PSL

 Durante o evento, Bolsonaro sancionou a Medida Provisória (MP).  que permite e venda de bens apreendidos com traficantes.  A MP 885/19 agiliza o repasse, a estados e ao Distrito Federal, de recursos decorrentes da venda de bens apreendidos relacionados ao tráfico de drogas. A MP dá à Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) o poder de leiloar esses bens antes do término do processo criminal.

Ao falar sobre o mecanismo conhecido como “excludente de ilicititude”, o presidente defendeu a medida que ainda está em tramitação no Congresso Nacional dentro do pacote de medidas de segurança proposto pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, também presente no evento.

“Não é carta branca para matar, mas é carta branca para não morrer”, afirmou presidente.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit
admin on Turpis Nisl Sit