sexta-feira, janeiro 21, 2022
InícioNorte de MinasSUBTENENTE DA POLÍCIA MILITAR DA RESERVA AGRIDE ESPOSA E CASO ESTÁ OMISSO...

SUBTENENTE DA POLÍCIA MILITAR DA RESERVA AGRIDE ESPOSA E CASO ESTÁ OMISSO EM JAÍBA MG

Entramos em contato no hospital municipal de Jaíba, onde dois médicos estavam de plantão, o médico que atenderam às vítimas, não quis dá depoimento e se registrou os exames do corpo de delito. 

Equipe do Samu no local do fato – exclusivo

*Segundo testemunhas, o filho dela de aproximadamente 9 anos, também foi agredido pelo militar aposentado*

Por Sueli Teixeira

Na tarde desta quarta-feira, no dia 27 de outubro de 2021, ppr volta das 12:30, segundo depoimento,  um subtenente da polícia militar da reserva(aposentado), agrediu sua esposa e deixou lesões corporais e nariz ensanguentado, na rua quatro no bairro independência em Jaíba no Norte de Minas.

De acordo informações, o filho tentou proteger à mãe e teria sido agredido também.

Segundo testemunhas, os vizinhos que acionaram à Polícia Militar e o Samu no local.

Diante dos depoimentos, o agressor estaria portando arma de fogo e foi conduzido sem algemas no banco de trás da viatura Militar, deixando indignação e revolta aos moradores que presenciaram o fato, diante das medidas da Lei Maria da Penha.

Entramos em contato no hospital municipal de Jaíba, onde dois médicos estavam de plantão, o médico que atenderam às vítimas, não quis dá depoimento e se registrou os exames do corpo de delito.

Entramos em contato com o gerente do Hospital, e segundo ele, não estava na unidade durante o fato e não teve conhecimento sobre o ocorrido.

Entramos em contato com a Polícia Militar de Jaíba e não confirmou à prisão do autor e a representação do mesmo ao delegado de polícia civil de plantão, omitindo informações sobre esta ocorrência.

Entramos em contato com a delegacia de polícia civil de Janaúba, e não havia agressor conduzido ao departamento.

Uma ocorrência omissa em Jaíba, envolvendo o subtenente da polícia militar(reserva) por agressões, que enquadra na Lei Maria da Penha em flagrante delito.

O caso será apresentado ao Ministério Público e a corregedoria para demais providências.

Nas redes sociais, outras mulheres prestaram solidariedade à vítima e pedem justiça!

Em contato com familiares da vítima, ainda não estão em condições de manifestar-se nesta reportagem!

Aguardamos esclarecimentos das omissões!

Jornalista Sueli Teixeira

Site Boneka Jaíba

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit