terça-feira, maio 24, 2022
InícioPolícia CívilSuspeito de extorquir mulheres na internet é indiciado pela PCMG

Suspeito de extorquir mulheres na internet é indiciado pela PCMG

Se você teve contato com um desses perfis por rede social, ligue 197: “andreleandro47”; “andreleadro_404”; “charleselvys”.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, na quarta-feira (2/2), o inquérito policial que apurou a extorsão pela internet de quatro mulheres, com idades entre 18 e 25 anos, residentes em Belo Horizonte e Região Metropolitana. Um homem, de 32 anos, preso na quarta-feira (26/1), foi indiciado pelos crimes e permanece detido preventivamente.

 

De acordo com as investigações, iniciadas em julho de 2021, o suspeito procurava mulheres por meio de rede social, preferencialmente mães solteiras e desempregadas, e se apresentava com diferentes perfis falsos. Em seguida, ele propunha o pagamento de R$ 150 por fotos e vídeos íntimos a serem produzidos pelas vítimas. Com o tempo, ele passava a extorqui-las para o envio de mais mídias, cada vez mais constrangedoras às mulheres, sob a ameaça de divulgar o material já armazenado delas para os familiares.

 

Conforme informou o delegado responsável pelo inquérito policial, Eduardo Hilbert Martins, titular da 1ª Delegacia de Polícia Leste, em um dos casos o investigado chegou a cumprir a ameaça e encaminhou conteúdo pornográfico para parentes da mulher. “Por essa razão, ele também está sendo indiciado pelo crime de divulgação não autorizada de conteúdo íntimo”, explicou.

 

Ainda segundo Martins, durante interrogatório, o suspeito confessou espontaneamente que fez vítimas em diferentes localidades. “Por isso acreditamos que a divulgação dos perfis falsos que ele utilizava nos auxiliarão a identificar muitas outras vítimas, tanto em Minas como em outros estados”, afirmou.

 

Prisão

 

O suspeito tinha como única ocupação a direção regional de uma torcida organizada de futebol com base na capital. Assim, já em posse do mandado de prisão, a PCMG cumpriu a ordem judicial na tarde da última quarta-feira (26/1), no interior da sede do grupo, quando o investigado se preparava para sair em comboio para acompanhar um jogo.

 

Em continuidade aos levantamentos, as equipes policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na residência do homem, arrecadando uma arma de fogo calibre 38, celulares e diversas mídias, que passam por análise pericial.

 

O chefe do 1º Departamento de Polícia Civil em Belo Horizonte, delegado Arlen Bahia, ressaltou o êxito das investigações. “Não podemos permitir que mais vítimas sejam feitas reféns de ações criminosas como essa. Graças a uma investigação qualificada e técnica, podemos hoje dar uma resposta à sociedade”, afirmou.

 

Denúncia

A delegada regional Leste Virgínia Salgado destaca que mulheres que reconhecerem os perfis divulgados devem imediatamente procurar a polícia e formalizar a denúncia. “É essencial que todas as vítimas registrem uma ocorrência, até para que possamos dimensionar a extensão dos crimes e promover a Justiça para essas mulheres”.

 

Se você teve contato com um desses perfis por rede social, ligue 197: “andreleandro47”; “andreleadro_404”; “charleselvys”.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Unknow (Alguém que ja participou desse sistema Ebenezer e conheceu nos bastidores) on Patrícia Lelis se envolve em mais uma polêmica, ataca seu ex pastor no Twitter
admin on Turpis Nisl Sit